0item(s)

Nenhum produto no carrinho.

Product was successfully added to your shopping cart.
  • Fortekor-5 30 Comprimidos Fortekor-5 30 Comprimidos

Fortekor-5 28 Comprimidos

Seja o primeiro a avaliar este produto

Descrição Rápida

O Fortekor é um medicamento cardiovascular indicado no tratamento da insuficiência cardíaca em cães e insuficiência renal crônica em gatos. Tratamento terapêutico, favorece o bem-estar e a qualidade de vida aos animais em tratamento.

Disponível: Em estoque

R$ 80,66

Detalhes

Fortekor-5 28 Comprimidos

O Fortekor-5 28 Comprimidos é recomendado para o tratamento da insuficiência cardíaca congestiva em cães. Após a administração oral o benazepril , seu principio ativo, possui rápida absorção pelo trato intestinal e hidrolizado na sua forma benazeprilato, um metabolito altamente específico e potente inibidor da enzima conversora da angiotensina (ECA).

Produzindo uma inibição significativa da ECA plasmática por mais de 24 horas após a administração de dose única. A inibição da ECA leva a uma redução de conversão da Angiotensina I inativa, em Angiotensina II ativa, determinando a redução dos efeitos mediados pela última, tais como, vasoconstrição das artérias e veias e a retenção de sódio e água pelos rins.

Em cães com insuficiência cardíaca, a administração de Fortekor reduz a pressão sangüínea e o volume de carga sobre o coração. Fortekor induz a um significativo aumento da expectativa de vida de cães com insuficiência cardíaca, sob condições clínicas muito mais favoráveis, tal como, redução da tosse e com uma melhor qualidade de vida. Ao contrário do que ocorre com outros inibidores da ECA, benazepril é excretado pelas vias biliar e urinária, de modo que não se faz necessário o ajuste de dose para o tratamento de animais com insuficiência renal.

Ao contrário do que ocorre com outros inibidores da ECA, benazepril é excretado pelas vias biliar e urinária, de modo que não se faz necessário o ajuste de dose para o tratamento de animais com insuficiência renal.

Em gatos com insuficiência renal crônica Fortekor reduz a perda de proteína pela urina e diminui a pressão sangüínea intraglomerular.

Formula:

Cloridrato de benazepril.......... 005 mg

Excipiente q.s.p........................192 mg

  

- Pode ser ministrado associado á refeição do animal;

- Rápida absorção;

- Em cães favorece a redução da tosse;

- Gatos em tratamento apresentam melhorias consideráveis no apetite;

- Prolonga o tempo de vida dos gatos em tratamento, especialmente nos animais com a doença em estágio avançado;

- Melhora a qualidade de vida;

 

Utilização

Uso oral

Insuficiência cardíaca congestiva em cães:

0,25 a 0,5 mg de Benazepril para cada kg, 1 vez ao dia – via oral.

 

Pode ser administrado em combinação com digoxina, diuréticos e drogas anti-arritmicas quando necessário.

 

Insuficiência renal crônica em gatos:

0,5 mg para cada kg, 1 vez ao dia – via oral.

 

Duração do tratamento é ilimitada de acordo com as especificações do médico veterinário responsável.

Sob o critério do médico veterinário a dose pode ser dobrada, mas, mesmo assim, deve ser administrada apenas uma vez ao dia.

Pode ser ministrado com ou sem alimento.

 

- Não deve ser utilizado em animais na fase reprodutiva, animais gestantes ou lactantes, deverão ser tratados somente se o risco-beneficio for justificável;

- Em casos raros o cão em tratamento pode apresentar sinais de hipotensão, como cansaço e tonturas. Nesses casos pode ser necessária a redução do diurético;

- Animais com evidência de falha cardíaca devido a estenose da válvula aórtica, não devem receber o produto;

- Nos gatos o produto pode aumentar a concentração de creatinina plasmática no inicio do tratamento;

- Seu efeito terapêutico, relacionado com a redução da pressão sanguínea, não justifica a suspensão do tratamento mesmo com o desaparecimento dos sintomas;

- Em caso de divisão do comprimido, a metade não utilizada deverá ser mantida dentro do frasco;

- Não foram observadas evidências de toxicidade renal com Fortekor durante os testes clínicos do produto. A excreção via biliar significa que existe um risco muito baixo de bioacumulação em cães com insuficiência renal. Contudo como é a rotina nestes casos, é recomendável se monitorar as concentrações de uréia e creatinina plasmática de cães com insuficiência renal.

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.

  1. Seja o primeiro a avaliar este produto

Queremos saber sua opinião